Pular para o conteúdo-A | +A

Bem-Vindo

ようこそ
Yôkoso

Sobre Nós
Logotipo Nihongo Brasil

Cultura

Conheça mais da cultura japonesa.
Tradicional, Pop e Nipo-Brasileira

Leia a Seção Cultura
Imagem da gravura japonesa ondas de kanagawa

Dados

Veja dados históricos e geográficos
do Japão e informações gerais

Leia os Dados do Japão
Dados - Globo terrestre voltado para o Japao com arquitetura tradicional e moderna em destaque no contorno do globo

Dicas

Dicas interessantes para o aprendizado
de japonês, pronunciação, etc.

Leia as Dicas
Imagem estilizada como gravura de uma raposa na neve, simbolo de esperteza no Japao

Contato

Entre em contato conosco

Entrar em Contato
Duas carpas de cor laranja com manchas em azul escuro formando um circulo
 

 
Deixe sua mensagem:
twitter facebook feed de noticias
Ultimas Atualizações
Ganbatte (頑張って) em Ganbatte , 10 Feb 2017
YAKUDOSHI em Yakudoshi - Anos de Azar , 28 Jan 2017
Parceiros em Parceiros , 25 Jan 2017

Etiqueta Básica no Japão



Cartão de visita

     É indispensável em apresentações formais para professores, empresários e até jornalistas. O meishi 名詞, como é conhecido em japonês, não pode faltar no momento de conhecer e estabelecer contato com uma nova pessoa que tenha relevância em seu trabalho. É interessante ter seu cartão em português ou inglês e o verso em japonês, para evitar qualquer tipo de problema de comunicação. Quem visita deve entregar seu cartão primeiro e sempre para a pessoa mais importante. Entregue sempre com o texto no sentido da pessoa que irá receber e faça isso com as duas mãos.

Celular

     Em transportes públicos, o ideal é desligar o telefone ou deixar no silencioso. No entanto, é possí­vel enviar mensagens se for algo mais urgente. Dentro de cinemas, teatros e hospitais, é terminantemente proibido deixar os celulares ligados. No hospital, a atenção deve ser redobrada, para não gerar qualquer tipo de interferência na aparelhagem médica.

Elevador

     A hierarquia dentro de um escritório é muito respeitada. Isso é percebido na distribuição das mesas dentro de um escritório e até mesmo dentro do elevador. Os superiores sempre ficam longe de qualquer tipo de porta e os mais jovens ou em cargos menos significantes ficam mais próximos da entrada e saí­da dos locais. Até para estacionar os veí­culos usa-se a mesma regra.

Embarque no trem

     Qualquer tipo de transporte coletivo no Japão possui regras bem definidas e respeitadas para o embarque e o desembarque de passageiros. As sinalizações são seguidas à risca, mesmo em horários mais crí­ticos. Assim que o veí­culo abre suas portas, espere todos os passageiros desembarcarem na área reservada à  entrada. São então embarque com os outros passageiros. Uma curiosidade: em Tóquio, ao subir uma escada, deixe o lado direito livre para os mais apressadinhos. Em Osaka, o usual é deixar o lado esquerdo livre.

Fazer barulho

     Se no Ocidente o importante é comer sem fazer qualquer tipo de barulho, na Ásia, para mostrar sua satisfação em saborear uma refeição, o ideal é fazer muito barulho. Principalmente quando o prato vem com caldos, como o lámen e o soba.

Hashi

     Os talheres japoneses possuem regras específicas. Não é bom cruzá-los ao segurar os alimentos. Jamais espete os hashi no arroz branco em um chawan (tigela). O costume em geral é segurar a tigela de arroz com a sua mão esquerda e utilizar a mão direita para pegar o alimento com o hashi. Esse gesto tem sentido de mau agouro para os japoneses, além de ser deselegante. O ideal é manter os hashi sobre a pequena base reservada para ele (hashioki), quando não estiver em uso.

Intervalo para o chá

     Em muitas casas japonesas, se oferece chá verde, café ou chá preto, de acordo com a preferência do convidado. Os japoneses não tomam chá verde com açúcar ou leite. Muitas vezes o chá verde é acompanhado de um doce japonês.

Jantar fora

     Alguns restaurantes expõem nas vitrines reproduções, feitas de cera, dos pratos que servem. Pode-se escolher a partir dessas imitações ou de fotos do cardápio. Não é necessário dar gorjeta no Japão.

Sapatos

     Sapatos dentro de casa nem pensar. Até mesmo nos primeiros anos do perí­odo escolar, as crianças deixam seus sapatos nos armários pessoais e colocam sapatilhas ou chinelos, dependendo do estabelecimento. Por isso, é bom sempre estar com os sapatos internamente limpos e, se você estiver com meias, verifique se elas estão em bom estado. Afinal, ficar com os pés fora dos sapatos é quase inevitável no Japão.

Saquê

     Premissa básica ao beber com japoneses: seu copo não vai ficar vazio. Normalmente as pessoas servem umas as outras, não sendo costume servir o próprio copo. Os integrantes do grupo observam os copos dos demais, e servem mais à medida que esvaziam. Por isso, se você não quiser beber tanto, o ideal é beber bem devagar. Os japoneses não bebem apenas saquê, mas apreciam também cerveja, vinho e uí­sque.

Sentado à  mesa

     Antes da refeição cada pessoa diz itadakimasu, e após, gochisousama deshita. Ambas as frases expressam apreciação pela comida. Em residências particulares, geralmente são servidos vários pratos para cada um. Porções individuais são colocadas para os convidados nos seus próprios pratos em uma posição definida: legumes cozidos no canto superior esquerdo, legumes com tempero japonês no canto superior direito, peixe grelhado no centro, arroz cozido no vapor no canto inferior esquerdo, picles japonês no centro abaixo do peixe, sopa de soja, e os hashis abaixo de tudo, mais próximo de quem come.

Visitas a templos

     Os templos e os santuários japoneses são lugares para admirar a natureza e também para rezar. E, para rezar, é bom seguir algumas regras ao visitar santuários xintoí­stas, por exemplo: duas reverências, duas palmas e duas reverências. Essa é a maneira correta para iniciar seus agradecimentos e pedidos aos céus.

Visitando um amigo

     Se visitar um amigo pela manhã, cumprimente-o com ohayou gozaimasu. Se for de tarde, com konnichiwa, e à  noite com konbanwa.

     O anfitrião pode responder com ohairi kudasai (entre por favor), para convidá-lo a entrar. Ao entrar pela porta da frente diga "ojyama shimasu", que significa "Com licença, vou entrar em sua casa". Antes de entrar, lembre-se sempre de retirar os sapatos.

Onsen

     Básico: vai até as cabines ou salas para trocar sua roupa e enrolar-se na toalha apropriada. Muitas pessoas colocam ainda biquínis e sungas para se sentir ainda mais à vontade para tomar banho antes de entrar no onsen. Ao contrário dos sentou (banho público), em que são separados para homens e mulheres, alguns onsen, por serem a céu aberto e piscinas naturais, aceitam pessoas de ambos os sexos. Deve-se entrar no onsen completamente nu. Não é permitida a entrada com toalhas ou roupas de banho.

Fonte:

Zashi - http://www.zashi.com.br/zashi_culturatradicional/376.php
Folheto "Japão, Lado B, Vida e Etiqueta Básica no Japão" http://www.mofa.go.jp

 Nihongo Brasil - O melhor da língua e da cultura japonesa - 8 anos - 2008 ~ 2016

Creative Commons License
Nihongo Brasil by Rafael de Souza Queiroz is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License. Based on a work at http://nihongobrasil.com.br.